Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘eleições’

Eu me enganei. Dois meses atrás, disse que McCain ia ganhar as eleições americanas. Enganei-me completamente e, ontem, terça-feira, o presidente democrata venceu o pleito americano.

Entre os “bonzinhos” que estão festejando a vitória de Obama, temos o Irã, a China, a Palestina, a Venezuela. Velhos exemplos de anti-americanismo, ilustres expoentes do ódio contra os Estados Unidos, miraculosamente felizes com a eleição do 44º presidente dos Estados Unidos da América! Será por acaso… ? Claro que eu acredito em milagres. Mas aprendi que, quando a esmola é demais, o santo desconfia.

O Vaticano também se manifestou sobre o resultado das eleições: desejando que o presidente eleito respeite “os valores humanos e espirituais essenciais”. E que Deus o abençoe. Unamo-nos à oração do porta-voz do Vaticano: que Deus abençoe os Estados Unidos, pois vai ser especialmente necessário após o dia 04 de novembro.

P.S.: Não tinha lido ainda o Olavo de Carvalho. Destaco:

[A]s pesquisas mostram que três entre cada quatro americanos residentes em Israel preferem John McCain, mas três entre cada quatro judeus residentes nos EUA, longe das bombas palestinas e perto de uma TV ligada na CNN, preferem Obama.

Read Full Post »

[É] importante que os cristãos sejam ajudados a demonstrar que a defesa das normas morais universais e imutáveis é um serviço prestado não só aos indivíduos, mas também à sociedade no seu conjunto:  tais normas “constituem, de facto, o fundamento inabalável e a sólida garantia de uma justa e pacífica convivência humana e, portanto, de uma verdadeira democracia” (Veritatis splendor, 96). Com efeito, a própria democracia é um meio e não um fim, e “o valor da democracia vive ou morre nos valores que ela encarna e promove” (Evangelium vitae, 70). Estes valores não  se  podem  basear  numa  opinião mutável,  mas  só  no  reconhecimento de uma lei moral objectiva, que permanece  sempre  o  necessário  ponto  de referência. [João Paulo II, “MENSAGEM AOS PARTICIPANTES DA VI SESSÃO PLENÁRIA DA PONTIFÍCIA ACADEMIA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS”]

Hoje é o dia em que os Estados Unidos da América vão eleger o seu novo presidente. Se dependesse da mída brasileira, Obama já estaria eleito. Se dependesse do voto do mundo, 89% dos votos seriam favoráveis ao candidato democrata. Mas os americanos são muito diferentes…

Não vi como estavam as últimas pesquisas. Esperemos um bom resultado, até o último momento. O patriotismo é um elemento profundamente arraigado na cultura americana. Tem americano votando no Brasil, tem americano mandando voto pelo correio antes de morrer, tudo isto num país onde – ao contrário do Brasil – o voto não é obrigatório.

Há diferenças entre os países também quanto aos católicos. Lá, um padre escreveu que “[votar] em um candidato que defende a matança de inocentes bebês não nascidos mostra aprovação ou inaceitável tolerância deste hediondo crime contra a humanidade, e católicos jamais devem fazê-lo em boa consciência”. E também houve dois bispos americanos que tiveram a coragem de dizer que “[v]otar em um candidato que apóia o mal intrínseco do aborto ou os direitos do aborto quando há uma alternativa moral aceitável seria cooperar com o mal e, por conseguinte, é moralmente inadmissível”. Uma clara referência ao candidato democrata, e uma perfeita sintonia com o ensinamento de João Paulo II posto em epígrafe. A própria existência de demonstrações de tal valor já nos enchem de alegria e de esperança, mesmo antes de sabermos o resultado das urnas.

Que a Virgem Maria, Auxilium Christianorum, ilumine o povo americano no dia de hoje.

Read Full Post »

Vergonha, tristeza, perplexidade: assim se sentem os verdadeiros católicos ao se depararem com a traição sofrida pela Igreja ontem, domingo 19 de outubro, dia mundial das missões. Por aqueles que primeiro tinham obrigação de A proteger e servir. Traição que é tanto mais dolorosa quanto mais próximos são os traidores. Padres católicos, sacerdotes do Deus Altíssimo, homens retirados do meio do mundo e consagrados para o serviço de Deus, mancomunados com os servos de Satanás, lançando lama no rosto da Esposa de Cristo! Escândalo, previamente avisado. Denunciamos, escrevemos emails à Região Episcopal (eu mesmo escrevi, embora não tenha obtido resposta), telefonamos; afinal, fomos avisados que era boato. Rezamos para que fosse mesmo boato. Não era.

O golpe sujo foi premeditado. Vergonha das vergonhas, o Partido dos Trabalhadores publicou em seu site o plano sórdido. Debochando da Igreja de Cristo, zombando da Esposa de Nosso Senhor, não contente em consumar o golpe pelas costas, o Partido quis alardeá-lo. O escândalo foi anunciado: cerca de 100 padres redigiram o manifesto a favor da candidata petista, abortista e gayzista. Ninguém fez nada. Apreensivos, tomamos conhecimento da traição e entramos em contato com as autoridades responsáveis: “não tem o menor fundamento”. Tinha; Satanás não dorme, e nunca devemos subestimar o poder do Inimigo. Ingenuidade achar que os traidores de Cristo iriam consumar a sua perfídia com autorização arquidiocesana, inocência julgar que os filhos das Trevas iriam pedir autorização para debocharem da Igreja.

Claro que não pediram, mas debocharam. À revelia da Arquidiocese, os cem sacerdotes publicaram a escandalosa “Carta aos Cristãos”, com uma tiragem de meio milhão de exemplares, na qual se fazia a vergonhosa defesa da gayzista e abortista Marta Suplicy. Padres católicos, pastores do povo de Deus, sacerdotes de Jesus Cristo! Vendidos, contaminados com ideologias intrinsecamente anti-cristãs, amasiados com doutrinas espúrias, vomitando sua peçonha sobre os fiéis que têm sob o seu cuidado, pelos quais tinham a obrigação de zelar. Se fossem leigos os autores do manifesto indecente, o escândalo já seria de proporções descomunais; como são sacerdotes, a magnitude escandalosa do pecado chega quase a atingir o trono de Deus, clamando aos Céus por vingança.

“Católicos pela Justiça”, uma estrela vermelha do PT, o nome da candidata Marta: eis o exterior do manifesto. Dentro, como se fossem as premissas das quais decorrem a vergonhosa conclusão, são citadas todas as mazelas sociais existentes nos nossos dias. E, após o desfile das situações de injustiça, a afirmação peremptória:

Nós, cristãos (padres, religiosos, religiosas, leigas e leigos da Igreja Católica nesta cidade), inseridos na ação de evangelizar por meio das pastorais sociais desenvolvidas nas diversas situações da vida de nossa gente, como foi acima exposto, MANIFESTAMOS NOSSO APOIO À CANDIDATURA DE MARTA SUPLICY à Prefeitura de nosso município.

E – como eu disse acima -, a Satanás não basta o golpe traiçoeiro. É preciso humilhar, é preciso blasfemar. Segue o vergonhoso manifesto com um “credo” político: “cremos que (…) é possível construir uma cidade humanizada”. “Cremos nas propostas da candidata Marta”. No entanto, não é suficiente. Arremata enfim o manifesto com uma blasfêmia contra o Segundo Mandamento:

Em nome do Evangelho de Jesus Cristo, não podemos e não devemos nos omitir nesse momento tão importante. É dever de todo cristão, olhando o fio da história que nos corta, dar um basta definitivo aos resquícios da Ditadura, que tanto mal e atraso nos trouxe. […] QUEREMOS MARTA DE NOVO!

Sinceramente, eu não consigo entender o que se passa pela cabeça de um sacerdote que evoca o nome do Evangelho de Jesus Cristo para promover uma candidata anti-católica de um partido anti-católico. O escândalo atinge requintes de crueldade que fariam brilhar os olhos ao mais empedernido herege. Voltaire rejubilaria: é difícil imaginar uma mais perfeita obediência à ordem blasfema de ecrasez l’Infâme [esmagai a Infame]. A Igreja cobre-se de luto; os católicos precisam fazer penitência e rezar em desagravo. A candidata gayzista e abortista não vai “se recuperar” nas pesquisas por causa deste manifesto assinado pelos lobos; no entanto, por causa desta corja de traidores da Cruz de Cristo, a Igreja provavelmente vai carregar o estigma de “ter apoiado” a candidatura petista. Miserere nos, Domine!

Read Full Post »

Em Recife, o candidato petista – aquele que foi cassado – ganhou as eleições para prefeito no primeiro turno. Desde perto das dez horas da noite – quando 98% das urnas estavam apuradas – ele já podia ser considerado eleito. Fizeram festa no Marco Zero. De minha parte, não consigo deixar de pensar em duas coisas.

Primeiro, que o petismo é, definitivamente, uma seita, pois outra explicação não há para o fato da condenação em primeira instância do candidato petista não ter tido nenhuma influência na votação dos eleitores! Ele atravessou incólume todas as acusações e os recifenses, ignorando solenemente a decisão da justiça, elegeram o homem como se nada tivesse acontecido.

Segundo, que – concedendo a possibilidade do TRE manter a sentença de cassação – o cenário está armado para o descrédito explícito da Justiça. Afinal, os petistas estavam cantando “queiram ou não queiram os juízes, o nosso bloco é de fato campeão” e o candidato eleito disse que, para ele, “o grande juiz é povo”. Terrível.

Read Full Post »

Com um pouco de atraso – já que estamos às vésperas das eleições -, faço eco à excelente campanha lançada pelo Movimento Brasil Sem Aborto: A vida depende do seu voto.

Todos sabemos a desproporcional luta que a causa pró-vida trava no Brasil; todos sabemos o compromisso que muitos partidos políticos têm com a cultura da morte, atacando-nos em diversas frentes (destruição de embriões humanos, aprovação do aborto, do “casamento” gay, etc). Não é necessário dar mais munição ao inimigo; é fundamental que não coloquemos, entre os nossos representantes, pessoas contra as quais teremos que combater no futuro, que defenderão o contrário dos nossos interesses, que se utilizarão do voto do povo brasileiro para trabalhar na destruição do país.

A campanha consiste em tentar conseguir o compromisso do maior número possível de candidatos, para que defendam a vida e combatam a cultura da morte, nos moldes do “Termo de Compromisso” abaixo.

No site Brasil sem Aborto há material para divulgação da campanha. Reproduzo, abaixo, o email enviado pela presidente do movimento, a Dra. Lenise Garcia. E disponibilizo os dois documentos anexos dos quais ela fala, em .pdf, para download e divulgação.

Comunicado “Brasil Sem Aborto”
Termo de Compromisso

Aux armes!

* * *

Anexo: email recebido

Caros,

A campanha saiu com bastante atraso, por problemas de tempo nosso [com o assunto do STF entrando justamente agora também, junto com a Marcha e com isso…], técnicos e financeiros. Mas, finalmente, está no ar.

Peço que ajudem a divulgar, junto a candidatos pró-vida e depois junto aos eleitores. Envio, adaptada, a correspondência que foi enviada aos nossos comitês locais. Sintam-se à vontade para redistribuir.

Abraços,

Lenise

Seguem, anexo, o Termo de Compromisso e o Comunicado aos Partidos Políticos sobre a Campanha “Por um Município em Defesa da Vida – A VIDA depende do seu VOTO”.

O importante é que o maior nº possível de candidatos e candidatas aos cargos de vereador e prefeito tomem conhecimento desta campanha e os que quiserem dela participar terá que assinar o TERMO DE COMPROMISSO com o Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto.

Os Termos de Compromissos assinados e com firma reconhecida deverão ser entregues ao Comitê Brasil Sem Aborto do Estado (se existir) ou enviados para a Sede Nacional do Movimento Brasil Sem Aborto, via fax, noº (61)32152626 (automático) e os originais permanecem com o Comitê Brasil Sem Aborto do Estado ou serem remetidos ao Comitê Nacional por correio. De posse destes termos de compromissos o nome do candidato com todos os dados serão colocados em nosso site e o próprio candidato deverá fazer a divulgação do site para que o eleitor saiba que ele assinou um compromisso de defender a vida – desde a concepção.

O “Comunicado aos Partidos Políticos” deve ser enviado o mais rápido possível e, dado a urgência do tempo, por email aos diretórios municipais de cada partido e Estaduais também se for possível. Os Diretórios Nacionais faremos aqui por Brasília.

Chamo a sua atenção para o fato de termos menos de 15 dias para a eleição que será no dia 05 de outubro. Por isso, urge fazermos tudo que é possível para a divulgação desta Campanha que é supra-partidária como é o Movimento Brasil Sem Aborto.

No site, no link download, têm as 4 peças desta campanha que poderão ser reproduzidas por vocês para tornar a campanha conhecida. Outras informações estão no site http://www.brasilsemaborto.com.br

Gratos pela sua atenção.

Drª Lenise Garcia
Presidente Nacional do
Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto!

Jaime Ferreira Lopes
Vice-Presidente Nacional Executivo
Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto!

(61)3345-0221 e (61)8117-9107

Read Full Post »

Saiu hoje n’O GLOBO: Nova pesquisa confirma empate entre Obama e McCain. A mídia torce para o candidato democrata (que, aliás, aparentemente tem até twitter); não surpreende, pois Barack Obama promete trabalhar para que o aborto seja amplamente permitido nos Estados Unidos. E isto não é segredo, está no site da campanha dele:

Barack Obama understands that abortion is a divisive issue, and respects those who disagree with him. However, he has been a consistent champion of reproductive choice and will make preserving women’s rights under Roe v. Wade a priority as President. He opposes any constitutional amendment to overturn the Supreme Court’s decision in that case.
[Barack Obama entende que o aborto é uma questão que divide, e respeita aqueles que discordam dele. Entretanto, ele tem sido um sólido campeão do direito de escolha e vai fazer da manutenção dos direitos das mulheres conquistados em Roe vs. Wade uma prioridade como presidente. Ele se opõe a qualquer emenda constitucional para derrubar a decisão da Suprema Corte neste casotradução livre.]

Já o candidato republicano é de posição contrária:

McCain, que é contra o aborto, respondeu à mesma pergunta [sobre quando ele acredita que um bebê começa a ter direitos humanos] de modo direto: “A partir do momento da concepção”.

“Serei um presidente pró-vida, e esta presidência terá políticas pró-vida”, concluiu.

McCain vai ganhar as eleições, porque os americanos não são brasileiros e, lá, eles costumam levar a sério questões éticas e morais. Por exemplo, em San Francisco, o Arcebispo George Niederauer tenciona impedir uma democrata abortista de comungar. Segundo noticiado em G1:

No programa “Meet the Press”, Pelosi afirmou que o assunto sobre quando começa a vida – se na concepção ou na gestação- é uma controvérsia que divide a Igreja Católica.

[…]

Segundo o arcebispo, a origem da vida não é um tema controvertido na Igreja e, de acordo com o catecismo, “a vida humana deve ser respeitada e protegida desde o momento da concepção”.

[Saliento eu que “na gestação” é uma expressão absolutamente incompreensível e destituída de significado, podendo inclusive (o que julgo provável) ser creditada à péssima qualidade da agência de notícias  (a EFE…) responsável pela matéria.]

Alguém consegue imaginar uma coisa dessas no Brasil? Que inveja dos Estados Unidos!

Read Full Post »

Ontem, ocorreu em Recife o primeiro debate entre os “prefeituráveis”, na Universidade Católica de Pernambuco. Um amigo – de férias e desocupado – esteve presente e, hoje, brindou-nos com o texto que reproduzo abaixo, para divertimento nosso e desespero quanto ao próximo pleito. As citações feitas não são literais mas, segundo o autor do texto, “traduzem o que eles realmente disseram”. Aproveitem.

* * *

Debate(ndo-se)

– por Gustavo Souza

Candidatos debatendo-se: foi o que se viu ontem no primeiro debate oficial entre os candidatos à Prefeitura da Cidade do Recife. O evento marcou (realmente, marcou) a abertura da 6ª Semana de Integração Universidade Católica & Sociedade (SIUCS).

Vou tentar relatar os melhores momentos do debate. Mas, que o leitor não se iluda: os “melhores” momentos não são necessariamente “bons”. Avante!

O auditório do Bloco G da Unicap estava lotado. Eram 17h. Quando já não cabia mais ninguém (nem em pé!) a coordenação da SIUCS aconselhou que as pessoas que estivessem chegando se deslocassem para um outro auditório – no mesmo andar – de onde o debate poderia ser assistido através de um telão. Acontece que o outro auditório, na verdade não era auditório: O telão transmitia apenas as imagens, sem som!

No meio das considerações iniciais – em que cada candidato dispunha de 5 minutos – surge uma mulher que se aproxima da bancada em que se encontram os prefeituráveis e começa a fazer gestos obscenos. Tenta partir para cima dos candidatos, fala alto, e… onde estão os seguranças? Guardando a perigosíssima porta de entrada. Fico me perguntando por onde será que aquela mulher passou para entrar?…Esta senhora interrompeu o debate por mais ou menos 1 hora! A cada nova incursão dela os presentes riam, vaiavam, xingavam, e – os mais sensatos – tentavam silenciar a multidão gritando: SILÊNCIO!!! Ou, então: psssiiiiiiiiiiiuuuuuuu!!! Ou ainda: CALA A BOCA!!!

Nisso, um homem, ou ébrio ou louco, começou a pular por cima das cadeiras onde as pessoas estavam sentadas. Mais uma vez, risos, vaias, e interrupção do debate.

Afora isso, havia, nas paredes, faixas de um movimento que luta pela “liberdade” dos animais não-humanos. Algo como: não matem as baratas, deixem os ratos correrem livremente no seu quintal, não ponham coleira nos cachorros (mesmo que seja um pitty bull); Coma apenas vegetal, pois não é justo que animais inocentes e indefesos morram para matar sua fome! Convenhamos, salada de alface é muito mais gostoso que bife! Só me inquieta uma coisa: como se sabe que o grau de crueldade na morte de uma vaca é maior que o do assassinato de uma alface?

Afogados num mar de perguntas capciosas, e pressionados pelos olhares desconfiados dos estudantes, restava aos candidatos apenas debater-se. Para não sucumbir, agarravam-se – como náufragos desesperados – às mesmas bóias de sempre: passado sofrido, marcado normalmente por uma infância pobre e uma adolescência permeada de perseguições e torturas na época da ditadura. Pobrezinhos: merecem um voto de confiança!

Alguns corajosos jornalistas tentaram [se] debater com os honoráveis prefeituráveis da nossa Veneza Brasileira. Foi algo mais ou menos assim:

Você, Cadoca, nas últimas eleições presidenciais você apoiou o então governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Hoje, você faz parte da base do governo e conta com o apoio do presidente Lula. Como você acha que o eleitor vai entender essa sua mudança?

– Veja bem, tudo foi feito com muita transparência. Eu tirei uma camisa, vesti outra, mas continuo fiel aos meus ideais.

Você, João da Costa, acha que o Orçamento Participativo é realmente participativo?

Sim, 2% do orçamento da prefeitura é discutido com o povo.

E as obras da Avenida Conde da Boa Vista foram discutidas com o povo?

– Veja, bem, essa parte estava dentro dos outros 98%…

Você, Kátia Teles, está preparada para governar Recife?

– Sim. Tenho grande experiência na luta sindical.

E o que a senhora acha que é preciso fazer para mudar o cenário da nossa cidade?

Precisamos primeiro mudar o mundo, para, DEPOIS, mudar Recife.

Candidata, a senhora afirmou que nenhum candidato aqui presente era capaz de governar democraticamente e, ao mesmo tempo obedecer à Lei de Responsabilidade Fiscal. Como a senhora pretende enfrentar esse desafio?

– É simples: vou desobedecer a Lei. Viva a Anarquia!

Você, Raul Henry, criticou a obra da Avenida Boa Viagem. Mas, onde é que o senhor mora mesmo?

– Sim, é um absurdo gastar 50 Milhões na orla de Boa Viagem. Mas que eu adorei, adorei!

Você, Numeriano, quais são suas propostas para a cidade do Recife?

– Ah, eu tenho um sonho para esta cidade. E, nesse sonho, o 1% de intenções de voto que as pesquisas me dão, podem se transformar em 2%, e depois em 10%, em 20%, em 30%… Enfim, o meu sonho pode se transformar no sonho de muitas pessoas.

Você Mendonça, o que pretende fazer, quanto à questão da saúde na cidade de Recife?

As condições do sistema de saúde da cidade do Recife são realmente precárias, lamentáveis. Faltam médicos especialistas, como: ginecologistas, neurologistas, cardiologistas, ortopedistas, pediatras, etc. E faltam também remédios. Aliás, remédio é qualidade de vida! Nós precisamos ampliar a verba destinada a aquisição de medicação hospitalar. Outro problema grande do sistema de saúde dessa nossa querida cidade, problema que atual gestão não enfrentou e, conseqüentemente, não resolveu, é a falta de ambulâncias… Candidato, falta um minuto para o senhor concluir sua fala. Como dizia, pretendo construir 3 policlínicas, credenciar 200 médicos, comprar 25 ambulâncias… Candidato, tempo esgotado. Pretendo ainda, ampliar as atribuições dos agentes comunitários de saúde, para que elas auxiliem na erradicação de doenças como a rubéola, a dengue. Candidato, por favor, seu tempo esgotou! Concluo, quando eu for prefeito dessa cidade… Argh! Time is over, candidato!

E você, Edílson, quais são suas propostas?

Bem, ao lado da ex-senadora Heloísa Helena, e de todos nós que fazemos o PSOL, pretendemos implantar em Recife uma nova maneira de governar. Uma maneira que não atende aos interesses dos imperialistas burgueses, que não atende à pressões do FMI, e que não se vende às grandes potências opressoras da classe trabalhadora como os Estados Unidos, blá, blá, blá , blá , blá…

Enfim, “nada de novo sob o sol”. Quem foi ao debate assistiu a um show de populismo. Quem foi ao debate pode se deliciar com um banquete de argumentos non sense, com uma coletânea de episódios toscos. Na corrida eleitoreira vale tudo! Ainda bem que eu tinha um bote e não precisei me debater…

Read Full Post »

Older Posts »