Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘john mccain’

[É] importante que os cristãos sejam ajudados a demonstrar que a defesa das normas morais universais e imutáveis é um serviço prestado não só aos indivíduos, mas também à sociedade no seu conjunto:  tais normas “constituem, de facto, o fundamento inabalável e a sólida garantia de uma justa e pacífica convivência humana e, portanto, de uma verdadeira democracia” (Veritatis splendor, 96). Com efeito, a própria democracia é um meio e não um fim, e “o valor da democracia vive ou morre nos valores que ela encarna e promove” (Evangelium vitae, 70). Estes valores não  se  podem  basear  numa  opinião mutável,  mas  só  no  reconhecimento de uma lei moral objectiva, que permanece  sempre  o  necessário  ponto  de referência. [João Paulo II, “MENSAGEM AOS PARTICIPANTES DA VI SESSÃO PLENÁRIA DA PONTIFÍCIA ACADEMIA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS”]

Hoje é o dia em que os Estados Unidos da América vão eleger o seu novo presidente. Se dependesse da mída brasileira, Obama já estaria eleito. Se dependesse do voto do mundo, 89% dos votos seriam favoráveis ao candidato democrata. Mas os americanos são muito diferentes…

Não vi como estavam as últimas pesquisas. Esperemos um bom resultado, até o último momento. O patriotismo é um elemento profundamente arraigado na cultura americana. Tem americano votando no Brasil, tem americano mandando voto pelo correio antes de morrer, tudo isto num país onde – ao contrário do Brasil – o voto não é obrigatório.

Há diferenças entre os países também quanto aos católicos. Lá, um padre escreveu que “[votar] em um candidato que defende a matança de inocentes bebês não nascidos mostra aprovação ou inaceitável tolerância deste hediondo crime contra a humanidade, e católicos jamais devem fazê-lo em boa consciência”. E também houve dois bispos americanos que tiveram a coragem de dizer que “[v]otar em um candidato que apóia o mal intrínseco do aborto ou os direitos do aborto quando há uma alternativa moral aceitável seria cooperar com o mal e, por conseguinte, é moralmente inadmissível”. Uma clara referência ao candidato democrata, e uma perfeita sintonia com o ensinamento de João Paulo II posto em epígrafe. A própria existência de demonstrações de tal valor já nos enchem de alegria e de esperança, mesmo antes de sabermos o resultado das urnas.

Que a Virgem Maria, Auxilium Christianorum, ilumine o povo americano no dia de hoje.

Anúncios

Read Full Post »

– O Diário do Comércio, de São Paulo, publicou uma reportagem sobre o manifesto “católico” de apoio à Marta Suplicy. Engraçado que não apareceu ninguém para assumir a autoria pelo panfleto ridículo. A assessoria de Marta disse que “é uma manifestação independente de um grupo de religiosos” (faltou dizer QUAL grupo de religiosos, já que ninguém assina o manifesto e ninguém se apresentou nos últimos dias como responsável pela palhaçada) e que “não há problema em sua divulgação, pois não se trata de um documento oficial da Igreja” – como se os assessores petistas pudessem dizer o que tem ou não problema. A posição do vicariato de Comunicação da Arquidiocese é bem diferente (e bem mais católica, lógico): “não existe autorização, de maneira alguma, para a vinculação da Igreja a um candidato, nem mesmo para uma carta de apoio” (grifos meus).

Por que os membros do (inexistente, até prova em contrário) “Fórum de Católicos pela Justiça, em Favor dos Mais Pobres” não aparecem para dar a cara à tapa?

– Não sei se o Padre Dervile é membro do tal fórum, mas bem que poderia ser. Para escândalo e vergonha dos católicos, este sacerdote do Deus Altíssimo tem um blog no qual faz descarada propaganda esquerdista. Em um post sob o título “Vote Certo”, de 25 de setembro passado, o padre, sem corar de vergonha, dá o seguinte conselho aos eleitores cristãos católicos: “[n]ão vote apenas no candidato, mas veja bem a que partido pertence”. E faz propaganda petista!! O PT do aborto, o PT do “casamento” gay, o PT que é radicalmente oposto ao que ensina a Igreja!! Gostaria de saber como o Reverendíssimo padre explica esta grotesca contradição.

– Uma notícia do dia 24 de setembro, que eu ainda não tinha visto: Bispo condena indigenismo em Mato Grosso. São belíssimas as palavras de Dom Redovino Rizzardo, dignas de um sucessor dos Apóstolos que não tem medo de proclamar a Verdade, sem respeito humano e sem se preocupar com o politicamente correto (grifos meus):

O bispo colocou sob suspeita a atuação do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) no Estado, dizendo que a exemplo dos demais setores da sociedade a ONG – que é ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) – já não sabe que os membros do Cimi estão à serviço de Deus ou dos seus próprios interesses. Dom Redovino também afirmou que a Igreja Católica não tem posição formada em relação às portarias da Funai, mas defende que o diálogo possa apontar uma solução pacífica para os problemas das demarcações de terras. “Não concordo que se faça justiça aos direitos dos índios, com a injustiça sobre os direitos dos produtores”, enfatizou o bispo.

Dom Redovino foi além e deixou claro que não são verdadeiras as afirmações do Cimi dando conta que a Igreja Católica apóia as portarias da Funai em Mato Grosso do Sul. “O Cimi não pode falar pela CNBB, nem pelos bispos de Mato Grosso do Sul”, afirmou Dom Redovino.

Que a Virgem Santíssima possa recompensar este valente pastor pelo seu ato de coragem e de serviço verdadeiro à Igreja.

– As eleições americanas estão se aproximando. Se o mundo pudesse votar, qual seria o resultado do pleito? Com os dados de então (terça-feira, 21 de outubro, 18:30), o escrutínio daria o seguinte resultado:

Barack Obama: 87.5% (297,487 votes)
John McCain: 12.5% (42,648 votes)

Haja paciência…

Read Full Post »