Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘luiz mott’

Duas rapidinhas: em Belo Horizonte, a PUC – uma Universidade Católica!está promovendo um curso de “Direito à Diferença”. Escândalo tremendo que uma instituição católica esteja de tal maneira prostituída que se preste a propagar não mais o Evangelho de Nosso Senhor, mas a ideologia gayzista. Triste. Satanás não precisa mais se preocupar tanto com a perversão dos costumes, pois hoje em dia são as próprias universidades católicas que fazem as vezes de sucursais do Inferno.

E o Julio Severo deixou o Brasil… ameaçado por constantes acusações de homofobia. Mesmo não havendo nenhuma lei de homofobia no Brasil, o patrulhamento exercido pela Gaystapo é terrível. O Luiz Mott – “Decano do Movimento Homossexual Brasileiro” – havia chegado ao ponto de publicar o endereço residencial dele na internet! Tempos difíceis se aproximam…

Anúncios

Read Full Post »

E para desde já ambientar o leitor mais cético quanto à gravidade da homofobia em nosso país, comprovando a dramática e crudelíssima discriminação de que são vítimas os homossexuais, transcrevemos dois corpus documentais bastante diversos quanto à composição sociológica de seus expoentes,  mas semelhantes por manifestarem a homofobia na  plenitude de sua intolerância.
[Mott, Luiz & Cerqueira, Marcelo. “Matei porque odeio gay”. Editora Grupo Gay da Bahia, 2003]

O texto epigrafado é de um livro que se encontra disponível integralmente na internet, no site do “Grupo Gay da Bahia” – site que, misteriosamente, é mantido pela Universidade Federal da Bahia. Possui uma importância capital porque o Projeto de Lei 122/2006, que criminaliza a “homofobia” e está às portas de ser aprovado no Brasil, vem sendo recentemente “defendido” das “deturpações” que os “cristãos fundamentalistas” estão fazendo sobre o texto. Por exemplo, em coluna da Veja do mês passado, saiu um artigo do André Petry (que já foi devidamente comentado aqui no BLOG) no qual o temor dos cristãos de que a sua liberdade religiosa estaria sendo ameaçada pelos pretensos direitos reinvidicados pelos gayzistas é chamado de uma interpretação tão grosseira da lei que é difícil crer que seja de boa-fé. Vejamos se o sr. Petry tem razão. Vamos diretamente às fontes gayzistas. Vejamos o que o sr. Mott chama de homofobia na  plenitude de sua intolerância:

Eis o que pensam e não se envergonharam de proclamar, nem foram punidos por tais declarações discriminatórias, alguns de nossos “respeitáveis” formadores de opinião:

“O homossexualismo é pura aberração”. [Deputado Federal Enéas Cordeiro, Prona/SP]

“O casamento gay demonstra a decadência moral que vai minando todos os valores de nossa sociedade”. [Deputado Severino Cavalcanti, PFL/PE]

[…]

“Por maior que seja a misericórdia, com que a Igreja trata os homossexuais, ela não pode deixar de pregar que os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados”. [Dom Aloysio Penna, Arcebispo de Botucatu, SP]

“O homossexualismo é, simplesmente, uma aberração ética”. [D.Amaury Castagno, Bispo de Jundiaí ]

[…]

“Os homossexuais cínicos e agressivos devem merecer dos católicos o repúdio votado a todos os pecadores públicos e insolentes, que se declaram ou se comportam como inimigos de Deus e de Sua Santa Lei.  Homossexuais assim são como células cancerosas e pútridas no corpo social. Devem ser repudiados, com nota de execração. Que Nossa Senhora livre o Brasil dessa infâmia. E não permita seja aprovado no Congresso Nacional o torpe projeto de lei que institui o “casamento” entre homossexuais. Isto constituirá uma insolente ofensa feita a Deus e a Nossa Senhora pelos legisladores do País,  e que atrairá sobre o Brasil grandes castigos, pois será a legalização e a legitimação oficial de um pecado infame que clama a Deus por vingança, alinhando-nos a Sodoma e Gomorra…” [Cônego José Luiz Marinho Villac, SP]

“Em nosso seminário, pessoas desse tipo (homossexuais) não entram”. [Padre Jorge Cunial, CS,  Pároco do Alto do Ipiranga, SP]

“O comercial do Ministério da Saúde (mostrando uma família que aceita seu filho gay) é uma safadeza por fazer apologia ao homossexualismo: o Governo Federal está  jogando dinheiro fora”. [Pastor Silas,  da Associação Vitória em Cristo, RJ]
[id. ibid]

Percebam a gravidade da situação: para as lideranças gayzistas, deveriam ser punidos por suas declarações discriminatórias:

  • alguém que ache que o casamento gay demonstra a decadência moral da sociedade;
  • um bispo que diga que o homossexualismo é uma aberração ética;
  • um arcebispo que diga que os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados;
  • um padre que peça a Nossa Senhora para não permitir que o Brasil aprove o casamento gay;
  • um padre que não permita que homossexuais entrem no seu seminário.

E agora? Será mesmo que os cristãos não têm motivos para dizer que esta lei é absurda e que irá provocar perseguições religiosas no Brasil, caso seja aprovada? Será que as lideranças gayzistas são inocentes e não sabem exatamente o que querem atingir com a mordaça gay?

Precisamos nos mobilizar enquanto é tempo. Que os cristãos tenham coragem de proclamar bem alto a sua Fé, quaisquer que sejam as circunstâncias, é o que pedimos à Virgem Maria Aparecida, Mãe de Deus e Padroeira do Brasil.

Read Full Post »