Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘catholic league’

[Original disponível no site da Catholic League

Fazemos eco ao que disse o presidente da Liga Católica: é bastante significativo que uma das primeiras atitudes do presidente norte-americano tenha sido justamente direcionar fundos federais para financiar o aborto. Esperamos que os católicos verdadeiros vejam isso, a fim de que não assistam atônitos e impassíveis ao genocídio silencioso.]

Obama financia o aborto

23 de janeiro de 2009

As notícias recentes dizem que o Presidente Barack Obama vai derrubar as restrições de financiamento de abortos [realizados] em alto mar [overseas] hoje. A política da Cidade do México, que negava financiamento federal para organizações privadas que fazem e promovem abortos, será rescindida por uma ordem executiva.

O presidente da Liga Católica, Bill Donohoue, informou-nos sobre esta decisão hoje:

“Eis que temos um presidente negro pegando dinheiro dos pagadores de impostos, em uma época de crise econômica, e entregando-o para organizações – muitas das quais são anti-católicas – a fim de que elas possam gastá-lo matando bebês não-brancos em países do Terceiro Mundo. E Obama é conhecido como um progressista.

Obama falou repetidas vezes que não é pró-aborto, e alguns católicos, babando [salivating] por um trabalho na sua administração, acreditaram nele. Ele está no cargo há apenas alguns poucos dias e uma das primeiras coisas que ele decidiu fazer foi financiar o aborto. Isto poderia ser equiparável [on a par with] a alguém que dissesse ser a favor do controle de armas e fornecesse fundos para a NRA [National Rifle Association]. De fato, ninguém gasta dinheiro para apoiar algo que ele realmente abomine. Em suma, é o tempo em que os grupos pró-aborto podem simplesmente dizer que, quaisquer que sejam as reservas que eles possam ter referente ao aborto (e alguns não têm nenhuma), elas [as reservas] estão compensadas [outweighed] pelo seu total apoio a ele.

Exatamente na Segunda-Feira passada, a Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos tornou pública uma carta enviada para Obama pedindo-lhe que mantivesse a política do Estado do México. Obama tomou sua decisão, e nós esperamos que todo católico que é realmente pró vida entenda isso”.

Anúncios

Read Full Post »

[Traduzo mensagem que recebei da Catholic League. O original está aqui. Cada vez mais eu me convenço que não sei inglês – as traduções que achei mais estranhas estão, como de praxe, com o original entre colchetes – e, portanto, correções são muitíssimo bem-vindas.

Fica, aqui, o registro do reconhecimento que o povo americano – em particular, o povo católico – deve ao presidente dos Estados Unidos, George Bush. Nos dias de hoje, quando muita gente fala mal de alguém, é um forte indício de que deve ser alguém bom; o exemplo do presidente americano é muito ilustrativo disto. “O melhor amigo da comunidade pró-vida”! Tenhamos consciência do aliado que foi perdido. E rezemos pelos Estados Unidos da América, que terá agora como presidente talvez o pior inimigo da comunidade pró-vida que já se destacou no cenário político americano. Que Deus tenha misericórdia de nós todos.]

16 de Janeiro de 2009

BUSH PROCLAMA DIA PRÓ-VIDA:
OBAMA IRÁ RESPEITÁ-LO?

Ontem, o presidente George W. Bush proclamou o dia 18 de janeiro como sendo o “Dia Nacional da Santidade da Vida Humana”. Ele disse que “toda vida é um dom de nosso Criador, que é sagrada, única e merece proteção”. O presidente enfatizou que “nós desejamos construir uma sociedade na qual toda criança é bem-vinda à vida e protegida pela lei”.

O presidente [Bush] foi elogiado pelo presidente da Liga Católica, Bill Donohue:

“George W. Bush será lembrado por ter feito mais na construção de uma cultura da vida do que qualquer outro presidente. Não é que o seu pai e Ronald Reagan não tenham sido também campeões da vida; a diferença é que este presidente enfrentou mais desafios, e ele cumpriu o que prometeu [make good on] em cada um deles. De pesquisas com células-tronco embrionárias e clonagem até o Ato de Proteção às Crianças Nascidas Vidas e o aborto por nascimento parcial, George W. Bush foi o melhor amigo da comunidade pró-vida”.

“Barack Obama logo será presidente. Ele é um explícito [avowed] campeão do direito ao aborto. Quando, durante a campanha, foi perguntado quando a vida começava, ele hesitou [balked], dando uma fraca [lame] resposta. Brilhante como ele é, Obama não está bem informado sobre esta questão que é a mais fundamental de todas: qual é o início da vida humana? Mas até mesmo aqueles que afirmam não ser possível a ninguém estar certo quanto a isso devem estar inclinados a oferecer proteção para aquilo que pode ser uma vida. Assumir outra coisa é um “jogo de sorte” [game of chance] que nenhuma sociedade moralmente responsável deve tolerar”.

“No dia 22 de janeiro, a Marcha pelo Direito à Vida vai acontecer em Washington. Sabemos da posição honrosa do presidente Bush [? – We know of President Bush’s honorable record]. Agora, esperamos para ver o que o presidente Obama vai dizer no 36º aniversário da infame decisão de Roe vs. Wade”.

Read Full Post »

Encontrei em diversos lugares (parece, aliás, que não se fala de outra coisa): Vaticano se opõe à descriminalização da homossexualidade. O que está acontecendo? A França irá (de acordo com a Época, “com o apoio da União Européia”) defender um projeto na Assembléia Geral da ONU “para descriminalizar a homossexualidade”. E “[o] observador permanente do Vaticano na Organização das Nações Unidas (ONU), monsenhor Celestino Migliore, afirmou nesta segunda-feira (1) que a Santa Sé é contrária” a ele.

A Igreja, evidentemente, não é contra tal projeto porque ache que os gays podem ser presos, torturados e executados somente por serem gays, mas sim porque enxerga nele um instrumento a ser usado para a promoção do casamento gay. A partir daqui começam os problemas. Esta reportagem diz que a decisão do Vaticano é “totalmente estúpida e tola” porque “[a] resolução francesa não tem nenhuma relação com casamento gay”; no entanto, saiu em ZENIT o seguinte:

[A] proposta francesa não só busca «despenalizar a homossexualidade», «mas também introduzir uma declaração de valor político que pode gerar sistemas de controle, segundo os quais toda norma – não só legal, mas também relativa à vida dos grupos sociais ou religiosos – que não coloque exatamente no mesmo nível toda orientação sexual poderia ser considerada como contrária ao respeito dos direitos do homem».

«Isso pode converter-se claramente em um instrumento de pressão ou discriminação para quem, só por colocar um exemplo muito claro, considera que o matrimônio entre um homem e uma mulher é a forma fundamental e originária da vida social e como tal deve ser privilegiada», declarou o Pe. Lombardi.

Ora, temos aqui duas posições frontalmente antagônicas. Para o tal Franco Grillini, a resolução não tem nada a ver com o casamento gay; para o pe. Lombardi, pode ter a ver sim. Tenho uma sugestão para resolver o impasse: a Santa Sé já deixou claro que, “[o]bviamente, ninguém quer defender a pena de morte para os homossexuais, como alguns querem dar a entender”. Ora, se não há discordância alguma entre o que quer o projeto proposto pela França e o que quer a Santa Sé, basta então pegá-lo, identificar os trechos litigiosos e os substituir por outros que não deixem nenhuma margem de dúvida sobre o seu alcance. Deseja-se somente impedir que os homossexuais sejam presos ou executados meramente por serem homossexuais? Então, que isso seja dito bem claro! Com certeza a Santa Sé não vai se opôr. Agora, caso a intenção oculta seja facilitar a legalização do casamento gay… então a França não vai aceitar modificar a proposta, e nem o Vaticano vai apoiá-la. É esperar para ver.

Aliás, são palavras do pe. Lombardi:

«Não é por acaso que menos de 50 Estados membros das Nações Unidas aderiram a esta proposta, enquanto mais de 150 não aderiram. A Santa Sé não é a única», conclui.

E aí? Será mesmo que mais de três quartos dos membros das Nações Unidas são “totalmente estúpidos e tolos”? Ou a única que merece tal invectiva é a Santa Sé?

Em tempo: a Catholic League defendeu o Vaticano.

Read Full Post »

Como se não bastasse o caso patológico do prof. Myers, tomei conhecimento de um outro sujeito que colocou vídeos no youtube contendo terríveis profanações eucarísticas. Ainda concedendo que ele utilize hóstias não-consagradas [o que infelizmente é pouco provável, porque ele pôs vídeos nos quais mostra as suas idas à igreja para a obtenção da Santíssima Eucaristia], a simples intenção de ofender a Nosso Senhor e aos católicos gratuitamente merece repúdio.

Não vou colocar os links dos vídeos, primeiro para não dar publicidade a este tipo de porcaria e, segundo, para poupar os leitores do desagradabilíssimo e revoltante espetáculo que o maníaco proporcionou. É ainda válido lembrar que a retenção da Santíssima Eucaristia para fins sacrílegos – que foi exatamente o que este garoto fez, e repetidas vezes – é punida com excomunhão latae sententiae reservada à Sé Apostólica, conforme tipifica o Código de Direito Canônico no seu cânon 1367. Pela alma do infeliz, possuída por sabe-se lá quantas legiões de demônios, só podemos rezar. Mas há outras coisas que podem ser feitas.

A primeira coisa, é assinar esta petição online [entrem, por favor, leva menos de um minuto!] endereçada ao youtube, pedindo a retirada dos vídeos sacrílegos. Provavelmente funciona, já que a retirada de vídeos do youtube acontece com relativa freqüência, mas é fundamental que consigamos mandar o maior número possível de mensagens aos responsáveis pelo conhecido site de vídeos.

A segunda coisa, é avisarmos em nossas paróquias [principalmente se forem paróquias do Canadá, que é o país que o delinqüente coloca no youtube como seu; mas pode ser simplesmente mentira, de modo que é salutar estar atento em todos os lugares] que existem maníacos deste tipo, a fim de que a distribuição da Santíssima Eucaristia nas missas seja feita com o maior cuidado e diligência possíveis.

A terceira coisa, é rezarmos em desagravo, e comungarmos na intenção de reparar estes horríveis crimes e blasfemos sacrilégios dirigidos contra Nosso Senhor Jesus Cristo. Que Deus tenha misericórdia de nós e do mundo inteiro.

P.S.: A Catholic League já publicou uma nota sobre o assunto, em 07 de outubro, dizendo ter escrito ao youtube solicitando a retirada dos vídeos. Vamos nos juntar à famosa liga católica americana para exigir respeito aos direitos de Deus e dos católicos.

Read Full Post »